Seguidores da Ocupação

terça-feira, 5 de maio de 2015

2ª Edição da Ocupação Cultural em Cachoeira é realizada com sucesso

Após o sucesso da primeira edição realizada em março, no Pouso da Palavra, comemorando o Dia da Poesia, a Ocupação Cultural repetiu a dose neste mês de abril na cidade de Cachoeira- Bahia, desta vez, inserindo-se nas comemorações do centenário de Hansen Bahia. Iniciada ao cair da tarde de sábado com a Feira do Livro Livre, instalada no passeio do Pouso com a Komblibioteca Itinerância Poética e autores independentes como Barbara Uila, que montou um varal de poemas, o evento estendeu-se noite adentro na galeria de artes onde foi aberta a exposição Negra Multicor. Na exposição, que continua no Pouso, aberta à visitação pública, o artista visual Davi Rodrigues expõe 8 trabalhos inéditos com releituras do mestre. Como parte da programação teve discotecagem, comandada por Brenus Tsokas e Felipe Ramos do Na Tora Baile System. Na poesia, Guilherme Salgado, Pedro Do Livramento, Tauã Rafael, Udinaldo Júnior, Laurinha Caldas, Jeferson Batista, RU BI, entre outros, revezaram-se recitando versos de sua própria autoria ou de outros conhecidos poetas. Na música, Gabriel Rodrigues, Guto Ferreira e a Banda Esquizofrenéticas animaram a noite. Acima, Nerize Portela e Gugui Martinez comandaram as projeções mapeadas enquanto as apresentações aconteciam. Para Felipe Ramos, “essa Ocupação Cultural que aconteceu no Pouso da Palavra do último dia 25 trouxe à Cachoeira um movimento que a cidade necessitava a muito tempo, com diversas mostras de arte como pinturas, projeções, poesia e música, fazendo assim reviver no coração da cidade um espírito cultural que nunca morre. Nós do Na Tora Baile System agradecemos profundamente o convite para compor a produção artística do evento e com certeza aguardamos o convite para edições futuras desse evento que irradia a arte no recôncavo da Bahia” –afirmou. O mesmo sentimento é compartilhado pelo ator e poeta Pedro do Livramento, “participar do movimento da ocupação cultural foi uma oportunidade singular de, através de organização de alguns amig@s em torno da produção e divulgação artística, juntamente ao estimulo ao fomento da formação de um público mais afinado à experiências estéticas para além das do mercado, poder encontrar um espaço que dá oportunidade à tod@s de se manifestarem. Numa sociedade onde a competição, a individualidade e o "estelismo" são reforçados e endossados a todo momento, onde muit@s buscam calar vozes dissonantes para se projetarem em status, em função dos silenciamentos de, outr@s, encontrar essas condições favoráveis foi um estímulo para que pudesse retomar a poesia no meu cotidiano. retomando as leituras, as pesquisas e revendo velhos textos engavetados”. O projeto teve uma aceitação tão imediata entre o público que os organizadores já pensam em realizar uma mini-edição ao final da primeira quinzena de maio, quando encerra-se o semestre na UFRB. “Existe também uma conversa com o Pouso para incluí-la na programação dos 15 anos da casa, a ser realizada em junho. Breve estaremos divulgando. Por hora agradecemos a todos e todas que abraçaram a Ocupação na cidade de Cachoeira” – informou Adriano Pereira, idealizador e organizador da Ocupação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário