Seguidores da Ocupação

domingo, 4 de agosto de 2013

ARTES VISUAIS GANHAM DESTAQUE NA OCUPAÇÃO CULTURAL

Integrada, desta vez, de fato à Ocupação Cultural, as artes visuais ganharam destaque este ano e ainda repercutem. “Desde a primeira edição, em 2009 já havíamos ensaiado. Jamile Menezes, que criou a nossa marca inicial, já superava a sua timidez, desenhando ainda que na mesa. Em outras, houve Delta (Jessé Conceição) fazendo painéis ao fundo onde as apresentações aconteciam. Mas era esporádico. Dessa vez, selamos o casamento com uma exposição coletiva que ainda não terminou sua lua de mel” – brinca Adriano Pereira, idealizador da Ocupação Cultural comentando a exposição que continua aberta à visitação. “A ideia de uma exposição coletiva tem o mesmo espírito da Ocupação. Em 2009, eu saí convidando artistas a se apresentarem recitando poesias, cantando, dançando, enfim, mostrando o que sabiam ou podiam. Este ano, conversando com Juliano, parceiro desde a primeira Ocupação, ele me falava em remar contra a correnteza, romper correntes, amarras. Daí comecei a escrever uma série de poesias neste ano de 2013. Foram 31 poemas com 13 versos, cada. Resolvi coloca-los em garrafas e montar uma instalação, lembrando as mensagens jogadas ao mar. A instalação foi batizada de Nau-derivadas. No processo, veio a ideia de convidar outros artistas e torna-la coletiva. Assim, surgiu a Derivados, que foi aberta em Junho com uma Ocupação Cultural”. Expondo os artistas visuais Nem Cardim, Otávio Mota, Juliano Britto, Amália Grimaldi, Renato D’tina, Elias Santos, Yara Lúcia, Xisto Camardelli, João Pincel, Guilherme Vieira e Lou Sena Gomes, a coletiva foi visitada nesta quinta-feira, 25 e na segunda, 29, por alunos das Escolas Estaduais João Leonardo e João Cardoso, da rede estadual de ensino. Na quinta, após uma visita guiada, pela manhã, os alunos participaram da comemoração do Dia do Escritor. Após a visita os estudantes assistiram também um curta metragem e num bate papo com os escritores Ricardo Vidal, Otávio Mota, Crisol e Adriano Pereira, puderam ouvir declamação de poesias e apresentações musicais com David Willyan e Gabriel Santos. No improviso, professores e alunos também recitaram e dialogaram com os escritores. Pela tarde, a programação se repetiu com outra turma. Já na segunda, foi a vez dos estudantes do curso técnico em meio ambiente. Acompanhados pelas professoras Yara Lúcia e Vilma Cristina, os estudantes realizaram também uma visita guiada, assistiram um curta sobre a preservação da mata e em outro recital improvisado, integraram-se com os escritores valencianos Otávio Mota e Adriano Pereira, enveredando sobre a preservação do patrimônio e de bens naturais como o Rio Una, que corta a cidade. A música, mais uma vez, ficou sob o comando David Wylliam e Gabriel Santos. A exposição continua, durante o mês de agosto, das 08 às 22h, podendo ser agendadas visitas guiadas através de contatos com Centro de Cultura Olívia Barradas. Telefones: 3641-3594 Adriano Pereira: 8821-5653 pequenoprincipe2@hotmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário