Seguidores da Ocupação

segunda-feira, 22 de março de 2010

OCUPAÇÃO CULTURAL HOMENAGEOU FABRICIO MATOGROSSO



Presente pela segunda vez no projeto Ocupação Cultural, o grupo de samba “Alegria de Versar”, abriu a noite do evento, realizado no último dia 12/03, no Centro de Cultura de Valença.
Foi a vez de Adriano Pereira (idealizador do projeto) apresentar de improviso o poema “O Sonho de um poeta”, escrito por Juliano Britto em homenagem à Otávio Motta. “O poema foi escrito e apresentado neste mesmo espaço há um ano, pelo nosso parceiro Juliano Britto. É uma pena que ele não esteja aqui hoje, mas eu gostaria de registrar, mesmo sem a grandeza que tanto o texto tão bem escrito por Juliano, como pela figura de Otávio, esse incansável, que abriu as portas para a Ocupação e que sempre está presente, não só prestigiando os artistas, mas, no meio deles, fazendo sua arte, suas poesias e tem sido um divulgador e incentivador deste projeto. É com pessoas como Otávio e como cada artista que se faz presente aqui, que nós iremos continuar. Estamos recomeçando, alguns dos nossos artistas não puderam se fazer presente. Mas eu quero convocar a cada um para retomarmos a grandeza que foi este projeto ao longo de 2009 e realizar este ano momentos muito mais bonitos do que no ano que passou” – finalizou, emocionado, Adriano.
Em seguida, os jovens irmãos artistas, Jamile e Henrique Menezes (que fizeram suas primeiras apresentações neste projeto e já são figuras conhecidas dos presentes), continuaram com mais música interpretando as canções “Me adora” (Pity) e “Na varanda” (Teatro Mágico).
Na dança, o jovem Jefferson Finatti (aluno da Escola de Dança da FUNCEB) que estava de passagem pela cidade fez uma belíssima improvisação que encantou a todos com a leveza de seus passos.
Mais poesia, dessa vez com James Salles, acompanhado ao violão por Mateus Santana.
Sob outros acordes, Isaias Menezes assume o violão e faz uma homenagem aos 50 anos do Carnaval Baiano entoando a música de Caetano Veloso “Atrás do trio elétrico”. As mulheres também foram lembradas pela passagem do seu dia na canção “Mulher nova, bonita e carinhosa” onde aproveitando o momento, o poeta Otávio reassume os microfones e traz presente o dramaturgo Chico Nascimento recitando trechos da peça “Mulher de Verdade”.
A Ocupação não tem idade. E uma garotinha chamada Luísa Mendes, senta no banco e lê a História “Em busca do paraíso”.
Artur Júnior assume a tribuna para ler também duas crônicas de autores brasileiros e é hora de mais música tocada por Isaias e James.
Por fim, numa adaptação da música “Tiro de Misericórdia” (João Bosco e Aldir Blanc), Adriano faz a última homenagem da noite dedicando-a ao colega militante cultural Fabrício Matogrosso, assassinado no inicio da semana num crime que chocou a população do Baixo Sul. “Eu não poderia deixar de fazer essa homenagem há alguém que já esteve presente pela primeira vez neste projeto há exatamente um ano atrás e que, comprometido com a territorialização deste projeto e a democratização da cultura, estava construindo conosco a ida da Ocupação na cidade de Camamu, onde já estava programado o intercâmbio com os artistas não só da região como da cidade de Itacaré, o que infelizmente foi adiado devido a fatalidade ocorrida”.
E assim, aconteceu, mais uma Ocupação Cultural.
Agradecemos a todos que compareceram, de alguma forma, colaboraram e convidamos para se fazerem presentes no próximo dia 26/03, onde estaremos realizando mais uma edição comemorativa ao dia do Teatro e do Circo.
Vamos juntos fazer uma grande festa! Com atores, palhaços, malabaristas, dançarinos... pois como cantou João Bosco “O show de todo artista tem que continuar!”

Nenhum comentário:

Postar um comentário