Seguidores da Ocupação

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

OCUPAÇÃO ITINERANTE SERÁ NESSA SEXTA EM PARCERIA COM TOPA


Após três edições com o sub-tema “A poesia vai à Academia”, onde “ocupou” respectivamente a UNEB, FUNCEA e FACE, o projeto Ocupação realiza ainda uma edição neste mês de Agosto no próximo dia 28/08, antes de voltar para O Centro de Cultura de Valença.
Desta vez, será no CEMEP, prédio anexo ao lado da Igreja Matriz, onde funcionou a rádio comunitária Rio Una FM, tendo como público alvo os concluintes do projeto TOPA (Todos Pela Alfabetização), projeto do Governo do Estado que está sendo realizado nesta cidade em parceria com a Delegacia Costa do Dendê da APLB-Sindicato e conta com cerca de mil alunos.
“Tanto a APLB como a DIREC 5 sempre foram parceiras nossas. Quem nos acompanha desde o início sabe que o projeto foi divulgado em primeira mão na jornada pedagógica pela APLB. Então quando recebemos o convite da entidade aceitamos de imediato, visto que nosso projeto é também um espaço de educação informal onde os artistas trocam experiências e se ensinam mutuamente num processo dialógico como ensinava Paulo Freire”, expressou Adriano Pereira, coordenador da Ocupação.
A questão do espaço de aprendizagem é tão visível no projeto Ocupação que, pesquisadores como a estudante de História da UNEB, Daniela Lumi, está interessada em estuda-la e já confirmou presença também no evento visto que quer observar in loco como se dão essas relações. Lumi, que reside na vizinha cidade de Taperoá-Bahia desenvolve também pesquisas sobre a cultura popular em especial os grupos de capoeira da região, onde tem um trabalho nesta área relacionando as experiências de aprendizado nas rodas de capoeira através dos saberes dos mestres populares.
Um outro aspecto que reforça esse caráter formativo, é que nesta edição, o projeto entregará também a certificação de participação da oficina de vídeos de animação com massa de modelar, promovido pela Ocupação no mês de Junho através de uma parceria com o Centro de Cultura e o comunicólogo Murilo Deolino. A oficina foi realizada gratuitamente para cerca de 30 artistas, cujos vídeos foram exibidos no próprio projeto.
E por falar em cultura popular, esta edição do projeto segundo Adriano dará um enfoque especial à esta área visto que já estão confirmadas presenças do grupo de samba de roda de Mãe Bárbara, do bumba-meu-boi da Boa Vista, entre outros. “Entendemos como importante a participação desses grupos e colocamo-nos não numa posição diferenciada, visto que tudo o que fazemos é cultura e temos muito que aprender com eles pois são a manifestação genuína do nosso povo, com sua linguagem e expressões. Queremos promover um encontro, a integração entre nossos poetas, atores, músicos, escritores e esses brincantes, celebrando a nossa cultura”, finalizou Adriano convidando a todos para prestigiar mais uma vez o evento, ao tempo em que solicita que os artistas interessados em apresentar-se entrem em contato o mais breve possível para que as apresentações sejam agendadas e divulgadas.
Já estão confirmadas também a presença de diversos artistas, entre eles Cássio Monge, Célia Trindade, David Willyan, Geilson de Brito, Gilberto Magalhães, Henrique Menezes, Irene Dóris, Isaias Pereira, J. Pincel, Jamile Menezes, Juliano Britto, Marcela Barth, Otávio Motta, Ricardo Negrão, Rose Azevedo e Salete Lucena.

Nenhum comentário:

Postar um comentário